OBSERVATÓRIO REGIONAL

Legislação sobre liberdade de expressão na América Latina

267 LEIS

716 PROJETOS

398 PROJETOS

OBSERVATÓRIO REGIONAL

Legislação sobre liberdade de expressão na América Latina

267 LEIS

716 PROJETOS

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O PROJETO

INFOGRAFIA DO PROJETO REGIONAL

[ID do visualizador = »4811 ″]
[ID do visualizador = »4814 ″]
[ID do visualizador = »2588 ″]
[ID do visualizador = »2589 ″]

COMPATIBILIDADE COM O QUADRO INTERAMERICANO
(Análise tripartida)

[ID do visualizador = »4914 ″]
[ID do visualizador = »4913 ″]
[ID do visualizador = »4811 ″] [ID do visualizador =» 4814 ″]
[ID do visualizador = »2588 ″] [ID do visualizador =» 2589 ″]

COMPATIBILIDADE COM O QUADRO INTERAMERICANO
(Análise tripartida)

[ID do visualizador = »4914 ″] [ID do visualizador =» 4913 ″]
Documento Regional

As últimas duas décadas viram mudanças radicalmente importantes para a expressão e difusão de informações e idéias em nossa região e no mundo. Além das óbvias mudanças científicas e tecnológicas, os últimos vinte anos foram particularmente notáveis ​​na América Latina pelo desenvolvimento e fortalecimento democrático que caracterizaram esse período na maioria dos países, acompanhados de um avanço regulatório na área de liberdade de expressão. Vale destacar a proliferação de leis sobre o acesso à informação pública, a descriminalização do desprezo na boa maioria dos países da região e o fortalecimento da doutrina de interesse público como fator determinante na criminalização da difamação e difamação.
A partir de 2013, no entanto, com a crescente penetração da Internet, a disseminação das redes sociais e a transferência (em maior ou menor grau de acordo com o país) do debate público para a órbita da Internet, eles parecem voltar à agenda do debate. questões que foram resolvidas em nível regional. Com essa tese em mente, propusemos, a partir do Centro de Estudos sobre Liberdade de Expressão e Acesso à Informação (CELE), a criação de um Observatório Legislativo Regional sobre Liberdade de Expressão, a fim de identificar claramente o status da legislação nas Américas e verifique, na medida do possível, quais tendências pareceriam antecipadas para o futuro. O exercício propõe sistematizar as normas e criar um repositório de leis e projetos de lei que permita unificar o acesso aos documentos, que facilite o desenvolvimento de estudos comparativos e permita o monitoramento das tendências regionais.
Este documento descreve a metodologia do Observatório e resume algumas das principais conclusões em nível regional.

FACEBOOK

TWITTER