Governança da Internet e o judiciário

Por que é tão difícil para o judiciário abordar esses fóruns? Se há interesse dos espaços de governança em que o judiciário participa e dos operadores judiciais em internalizar questões relacionadas à internet, em que falhamos? Que oportunidade de debate e conversa estamos perdendo? Talvez este post possa, pelo menos, servir de convite ao Judiciário para participar das conversas sobre governança, começando por debater essas questões básicas sobre o acesso a esses espaços.